Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As minhas neuras!

...neuras, desabafos, coisas sem nenhum interesse, palavras soltas, cenas assim. Estranhas. Ou não.

As minhas neuras!

...neuras, desabafos, coisas sem nenhum interesse, palavras soltas, cenas assim. Estranhas. Ou não.

23.07.18

Saúde do meu coraçãozito

Vou só ali visitar um Cardiologista pela 1ª vez na vida e volto já.

Estes batimentos cardíacos já viram melhores dias, julgo que será uma mistura entre uma porrada de ansiedade com nervosismo, a roçar as travadinhas de stress laboral. Potássio baixo não é, que o bicho está controlado (fiz na 6ª-feira a análise e está a 3.9! Maravilha. Apeteceu-me dar beijinhos na senhora que me entregou o resultado).
Mas deixa-me lá ir ver o que o Especialista me diz. 

 

Aproveito para  dizer que uso o plano de saúde da wells e dá um jeitaço (não, não me pagaram para a publicidade, que isto é um blog-de-gente-pobre). Fiz marcação num hospital privado da zona e já está. Faço imensas compras no continente, ajudo a ench€€€r o cofre à Galp com o gasóleo e portanto o plano está ativo e aproveito sim senhor. Já sei quanto vou pagar na consulta que vou ter (42€] e ainda acumula 15% de desconto em cartão. Olha, bem bom! 

23.07.18

Férias vs Animais de estimação

Pessoas, antes de adoptarem um animal de estimação, pensem que quando chegar a altura de férias terão de arranjar solução para alguém ficar com os bichos, caso não os possam/queiram levar, combinado? 

Se não terão qualquer hipótese de terem com quem o deixar, não o adoptem. Tão simples quanto isto. Não os abandonem, por favor. 

Este fds acolhi em minha casa uma cadelinha perdida/abandonada. Veio-me ter à porta, literalmente, no sábado ao final da tarde. Tive-a em casa durante 24horas, até lhe arranjar um novo lar. 

Não podia ficar com ela, mas fui incapaz de lhe virar as costas ou enxutá-la para longe de casa. Acolhi-a, dei-lhe alimento, um abrigo para dormir e bolas para brincar. As minhas cadelas não acharam muita piada mas lá nos conseguimos entender todos. Fartei-me de partilhar no facebook, pedi a amigos que partilhassem o meu apelo a ver se o dono aparecia. Contactámos os cafés próximos, caso o (ex) dono andasse à procura dela. 

Nada. Ninguém a procurou. 

Ontem andei aborrecida com isto. Como é que alguém deixa um animal indefeso (ela não tem mais do que 4 meses) ao deus-dará?! Não sou ingénua e sei que isto acontece frequentemente, principalmente nesta altura de verão. E isso irrita-me. Há humanos que me irritam. 
Felizmente, um coração deu-me o "sim, fico com ela, passo já aí para a ver e levo-a comigo". Tem um novo dono, que a vai encher de mimos, que saberá cuidar dela. Conheço-o e sei onde ela agora vive, brinca, e é feliz.

E eu, hoje, estou feliz. Dormi feliz. Por ela. 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D