Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As minhas neuras!

...neuras, desabafos, coisas sem nenhum interesse, palavras soltas, cenas assim. Estranhas. Ou não.

As minhas neuras!

...neuras, desabafos, coisas sem nenhum interesse, palavras soltas, cenas assim. Estranhas. Ou não.

Compras online - Loja Fifty

Sou fã de compras online. Desde lojas de decoração, de roupas, passando pelo Continente e as entregas têm corrido sempre bem.

Hoje fiquei a conhecer a Fifty. Já conheciam? Fiquei contente. Estava a vaguear no sapo promos  e aparecia lá o aviso da promoção de 10% pelo lançamento da loja online em Portugal. Já fui espreitar e gostei. Basicamente é o conceito da Mangooutlet (que sou cliente há anos!), dizem eles no site: "Fifty é a cadeia da Tendam dedicada à venda de artigos outlet e da sua marca própria Milano. Conta, atualmente, com pontos de venda distribuídos por Espanha, Portugal e da sua loja online Fiftyoutlet.com, onde encontrará grandes descontos das marcas Cortefiel, Pedro del Hierro, Women'secret, Springfield e Milano.

Boa! Mais uma para a lista. 

Nop. Isto não teve o patrocínio da marca. Com muita pena minha. 

Estranhar este temporal?

Juro que não entendo. Eita que temos alerta amarelo, depois passa a laranja. Eishhhh que vem aí um alerta vermelho, por causa de uma tempestade (?) que se chama Helena. O Gabriel está nas nossas cabeças, agorinha mesmo. É ver as Tv's com diretos. Os jornalistas, coitados, que se amanhem. 

Gente. Estamos a 31 de janeiro. Pelas minhas contas, em pleno Inverno.

Eu acho que todo este festival é aplicável no caso de furacão/tempestade tropical, tipo o Leslie, em que todas as atenções terão de ser redrobadas. Quando acordei naquele sábado com o aviso da aproximação do furacão aí sim, fiquei mesmo preocupada. Veio a confirmar-se depois o rasto de destruíção por várias cidades.

De resto, é vento, chuva persistente, normal para a época. 

Nunca mais é verão. 

 

Picos de nervosismo e ansiedade

Costumam tomar alguma coisa quando andam mais nervosos e ansiosos? Se sim, o quê?

Não, não me quero automedicar, mas já o fazendo (shame!) em dois dias já tomei 2 valdispert stress. Resultado de um fds de stress, cansaço mental e físico. Não é uma quantidade exagerada, nem sequer fico zombie. Tranquiliza-me. Acalma-me o coração e aquela sensação de nervoso miúdinho que não consigo controlar.  

Janeiro... o mês que dura 92 anos

Este mês nunca mais acaba? 
Bom, acabei de saber que vou arrotar 400€ no mecânico. Logo deixo o carro na oficina e amanhã fica pronto. Bomba de água+kit distribuição e mais umas pequeninas coisas que são caras, imensamente caras, especialmente caras, num mês que nunca mais termina.

Anda uma pessoa a tentar amealhar algum dinheirito extra e assim fica complicado. 

07:31h, 24 de janeiro, prestes a sairmos de casa para ir buscar umas mini pizzas, para oferecer à turma, que o marido meteu no forno, para uma apresentação oral de Português do miúdo, com o tema Itália:

- Tu tens uma sorte na mãe que te calhou! Eu ajudo-te nos trabalhos, no power point, empresto-te uma pen, simsenhora! 

Espreita pela porta do quarto dele e diz-me, enquanto eu visto o casaco no hall com as tralhas todas a tira-colo:

- Olha! Se eu tivesse outra mãe e outro pai não iam ser tão bons como vocês. 

Cabum! Vai buscar. Ora ponham-me aqui uma medalha ao pescoço, faxavor. 

 

Empatia com a namorada do melhor do Mundo

Gosto da namorada do Cristiano Ronaldo. Sei lá. Acho que está numa posição que muitas dariam o dedo mindinho ahahah, mas que só ela sabe estar. Aprendeu a estar. E sabe fazê-lo muito bem. Nem a Irina, que a achava fria mas isso devia ser culpa do país de origem dela. 

(Imagem daqui)

Esta é latina. E esboça sorrisos com os olhos. Sim. Há pessoas que sorriem com os olhos, e dá logo outro aconchego à alma. Hoje estiveram em Madrid, a propósito da multa de 18milhões-e-uns-trocos que irá pagar por fuga ao fisco, mas a chegada deles, apaixonada, cúmplice, as mãos dadas, firmes, apaixonam-me. Gosto deles. Que envelheçam juntinhos. ♥ 

 

Inspira. Expira. E manda fo$%r!

Sim, uma pessoa tem dias como eu hoje estou a ter. Cheguei atrasada, apareceu-me aqui problemas para resolver, odeio mas odeio mesmo quando colocam o meu trabalho em causa. Um dos problemas, ao qual tentei arranjar solução, foi mal aceite por uma outra pessoa. E discutimos. E não foi bonito. Eu a tentar solucionar um problema e levo nas trombas com palavras que nem lembra ao menino jesus. 

Deus, dai-me paciência para aturar esta pessoa. 

Engoli o bacalhau à espanhola que tinha trazido na marmita e tive de sair daqui um bocado. Peguei no meu carro, fui apanhar ar nas fuças e sol. Respirar fundo 50 vezes para não mandar fo&%r esta merda toda. 

Ah, parei no continente e comi uma nata quente. Fiquei melhor. Nada com uma lambice para os miolos ficarem relaxados. Paz e amor. 

F€stas disp€ndiosas 2019

No passado sábado recebemos um convite de casamento+batizado da filha. Ora isto remete logo para um rombozito nas finanças lá de casa. Além do casório, 15 dias antes teremos a Comunhão Solene do meu filho. Pois é. Se um casamento vai à carteira e faz mossa, a Comunhão fará muito mais. Se bem que, em termos de vestimenta, posso muito bem aproveitar e ser a mesma (mudando alguns acessórios, p ex, no meu caso), tanto a minha como a deles. Do mal o menos. Fixe. Queria mandar fazer (ou comprar?) algo elegante, simples, leve e chique. A ver se me meto a tirar ideias na internet. 

Já agora, numa coisa é certa: irei de calças. Já foram a celebrações deste tipo de calças? E que tal? E este ano, também têm festarolas dispendiosas? 

Algo deste tipo: 

Imagem 1

0.JPG

Imagem 2 e 3

♥ Bonitões, hã? 

Hipocalemia / Hipocaliémia - o meu testemunho ♥

Sentem-se, que isto hoje vai demorar. 
Julgo que não voltarei a falar disto aqui. Finalmente consegui um valor tranquilizante para o potássio. Fará em fevereiro 1 ano que fui internada em obs durante 24h +/- , num hospital público, onde fui maravilhosamente acompanhada e cuidada. Hospital a rebentar pelas costuras no serviço de urgência, mas que perante os meus sintomas não descansaram enquanto não descobriram o que me tinha levado ali. Mulher, 37 anos, clinicamente com palpitações, tonturas desde há 2 dias. Análises ao sangue e o nível de potássio apitou: 2.89 (gasometria) / 3.35 (sangue venoso). Entrei no SU às 12.30h e eram 19h +/- quando me disseram que teria de lá ficar para repôr K+. Fui oficialmente internada, transferida para um quarto, entre cateteres e a pingar gotas de k+ nas veias, monitorizada com ECG. Sim, que o coração tem de ser vigiado permanentemente, com a reposição do potássio. Não me podia levantar da cama, nem para fazer xixi. Passei o sono pelos olhos, com os fios do ECG agarrados a mim. Ao meu lado um Senhor de 80 anos, com um problema idêntico. Apenas os dois no quarto, afastado dos barulhos da confusão de tosses e viroses de quem passou a noite num quarto com mais 20 pessoas. O mundo desabou. O medo instalou-se. Fui forte, tinha de ser, para o meu filho, meu marido e meus pais e irmã. Chorei depois sozinha, de medo. Não estava minimamente à espera, desconhecia por completo o que era hipocaliémia. Ficar internada lixou-me o sistema nervoso todo. Naquela altura só estava a tomar o Actidox para a rosácea. 
Na manhã de domingo deixaram-me tomar um duche. Regressei à cama e continuei o tratamento. Pinga a pinga, o reservatório do K+ começava a ficar meio, mais vazio. Fui observada por enfermeiros e médicos de serviço, a cada hora. Não me largaram. Às 20h +/- ouvi o rumor que me iam dar alta. E confirmou-se. Perante o meu bom estado clinico, não havia necessidade de me manter internada. S
eria depois acompanhada na Medicina Interna, consultas externas. Que felicidade! Ia dormir a casa naquela noite. Ia poder descansar o coração de quem me Ama. O meu filho agarrou-se a mim quando fui ter com ele ao estacionamento. ♥ Meu Amor pequenino. 

Depois... bom, depois foi um ano de muita luta. Muitas análises, ECG's, Doppler renal, a confirmação de que não é nada renal (a minha Mãe já não tem 1 rim), ataques de ansiedade. O sistema nervoso a entrar em alerta máximo. Acho que sofri o chamado Stress pós-traumático. As TA elevadas. As várias vezes em que acordei com o coração acelarado. A ida ao Cardiologista particular. Os medos, fantasmas. A sério. Que luta, meu Deus. Que meses dificeis! A incerteza do valor estar bem ou mal. 
Esta última fase, em que obtive valores novamente baixos (Novembro 3.5, Dezembro 3.5) fez-me tremer de novo. Passar por tudo outra vez? Não quero. Por favor, não! 
Mas a força interior veio de não sei onde. A melhor forma de aumentares o potássio é comer legumes e frutas? Ai sim? Então preparem-se que isto vai "doer"! E foi isto que aconteceu. Prometi a mim mesma que ia ver no que ia dar. Ou vai ou racha.

O aumento considerável de potássio, no meu caso, foi pura e simplesmente, devido à alimentação:

- O sumo de uma laranja + meia natural, preparado todas as manhãs, ao pequeno almoço;

- Legumes o mais verde possível, todos os dias às refeições (e não apenas aquela saladita básica que comia antes), em quantidade abundante. 

- Carne e peixe em porção adequada;

- Mais fruta! Passei a comer mais manga, mamão e papaia. 

Sim. Foi isto que funcionou para mim. De 3.5 passei para 4.0, em pouco mais de 1 mês, com a alimentação teoricamente rica em potássio. Passei a alimentar-me melhor. Passei a querer dar um chuto no cú à hipocaliémia. Se não vai a bem, vai a mal. E há uma frase que sempre me descansou, que ouvi de uma enfermeira: "Descanse, porque se fosse algo de muito grave (tumores renais, ou algo por aí), o valor do potássio nunca voltaria à normalidade. " 
Agora sei como isto é importante. Aquela frase "somos o que comemos", nunca fez tanto sentido para mim. Quero manter esta alimentação. Quero alcançar uma paz, que me foi roubada à quase 1 ano. ♥ E é isto. Virar a página. Até nunca mais. 

Página 14 de 365. ♥ 

 

♥♥♥ Estou Feliz. Plenamente Feliz!

Saí do laboratório onde fui fazer a análise ao Potássio (fiz a recolha ontem porque 2ª-feira tenho consulta com o médico de família) e a caminho do meu carro não consegui esperar e abri o envelope do resultado. Quando vejo o valor de 4.0 comecei a sorrir. Do valor mínimo assustador 3.5, passei a um valor estável em pouco mais de 1 mês, que me dá a tranquilidade que tanto preciso. Ao caminhar, de resultado na mão, disse coisas como "ahahah não acredito nisto", sempre com um sorriso como se tivesse ganho o euromilhões. Isto é melhor do que o euromilhões. Quem me visse pensaria que estaria a receber a notícia de uma gravidez, ou qualquer coisa parecida. A felicidade é quase a mesma. Os olhos encheram-se de água, o coração a palpitar mas de felicidade. Pura felicidade e alívio. Emocionei-me.

Afinal, não há nada mais importante do que termos Saúde. ♥ Liguei ao meu Amor a contar. Hoje é um dia muito feliz para mim. 

jan 2019.JPG

Página 11 de 365. ♥ 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Janeiro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D